• 21 3203-5104
  • 21 2526-1077
Avenida Treze de Maio, 41 - Gr. 903/904 - Centro Rio de Janeiro/RJ - CEP: 20031-007

Notícias

Dólar volta a subir com sinais de estagnação econômica

Fonte: Diário do Comércio
O dólar mantém nesta quinta-feira (16) a tendência de valorização registrada no último pregão, em meio aos crescentes indícios de que as economias dos EUA e da Europa se encaminham para uma recessão. Assim , por volta das 9h40, a moeda americana registrava uma alta de 2,26% frente ao real, sendo negociada aos R$ 2,21. Nos primeiros minutos do pregão, a divisa chegou a subir cerca de 4,5%. O principal fator que pesa sobre o mercado de câmbio é novamente o temor de recuo nas economias dos países desenvolvidos. Após a França entrar tecnicamente em recessão e a Itália emitir sinais de debilidade, nesta quinta a Alemanha reduziu de 1,2% para 0,2% sua projeção de crescimento para 2009. Nos EUA, a situação não é melhor. O balanço do Livro Bege - um resumo sobre a situação econômica do país, preparado pelo Fed (Federal Reserve, o Banco Central dos EUA) - mostrou desaceleração geral no país. Outros dados divulgados ontem, como as vendas de varejo e a inflação ao consumir, reforçaram essa percepção. Com o aumento dos sinais de que os Estados Unidos estão à beira da recessão, o presidente do Fed, Ben Bernanke, advertiu que a reativação da economia americana não será "imediata". Bernanke destacou que a atividade econômica "já havia se desacelerado antes do recente agravamento da crise". Mercados em baixa Na quarta-feira, o dólar fechou em alta superior a 3%, acompanhando a piora dos mercados acionários com o aumento dos temores de uma recessão econômica mundial. A moeda norte-americana fechou cotada a R$ 2,166, em alta de 3,48%, após ter chegado a disparar quase 5% durante o dia.
Todos os direitos reservados | © 2019 | PLANACCOUNT
desenvolvido por