• 21 3203-5104
  • 21 2526-1077
Avenida Treze de Maio, 41 - Gr. 903/904 - Centro Rio de Janeiro/RJ - CEP: 20031-007

Notícias

Dia dos Namorados deve garantir alta de 5,7% nas vendas do varejo em junho

A FecomercioSP estipula que junho ainda não será um mês de recuperação, mas de crescimento na comparação anual, com faturamento na casa dos R$ 69 bilhões

O Dia dos Namorados deve levar o varejo paulista a um acréscimo de 5,7% nas vendas de junho deste ano, em relação a igual período o ano passado, quando houve alta de 2,8%, prevê a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

A variação deve ser puxada por uma elevação de 14,1% em perfumarias e de 3,9% em lojas de roupas e calçados em todo o mês de junho. Segundo a instituição, esta será a primeira data comemorativa com impacto positivo sobre as vendas mensais do varejo, após prejuízos no mês do Dia das Mães (maio).

A FecomercioSP estipula que junho ainda não será um mês de recuperação, mas de crescimento na comparação anual, com faturamento na casa dos R$ 69 bilhões, 5,7% superior ao de 2020 e 8,7% ao de 2019.

Além do Dia dos Namorados, fatores como uma possível fase flexível para o comércio a partir da segunda quinzena, uma demanda reprimida sobre o consumo e a nova rodada do auxílio emergencial colaboram para a expectativa.

Entre as atividades que compõem o levantamento, a que mais deve faturar é a de Outras Atividades, com expansão de 15,4%, na qual está incluso o grupo de combustíveis. Mesmo sem auxílio emergencial, haveria crescimento nas vendas, de 3,3% ante junho de 2020, estima a FecomercioSP.

"No geral, junho é um mês de boas expectativas para o varejo. Os fatores positivos devem aumentar a confiança de consumidores e empresários. Apesar disso, também não deixamos de observar as incertezas de um contexto econômico marcado pela volatilidade", diz a instituição em nota.

Todos os direitos reservados | © 2021 | PLANACCOUNT
desenvolvido por